Contratos Inteligentes na rede Bitcoin com RSK

Como somos um provedor de soluções Blockchain, e nossa meta é ser agnóstico, tratar de todas as principais plataformas, precismos estar sempre atentos e com profissionais dedicados á todas as novidades, para prover a melhor solução aos nossos clientes, hoje escrevo sobre uma das plataformas que temos estudado bastante na A Star, esta plataforma trata-se da RSK.

O nascimento do Bitcoin (03 de Janeiro de 2009 é a data da criação do bloco 0, o bloco gênesis) trouxe uma verdadeira revolução em termos de posibilidade de casos de uso de trocas de valores utilizando a plataforma descentralizada, global, imutável, auto auditável hoje conhecida como Blockchain.

Agora imagine a posibilidade de se efetuar processamento de máquina, turing complete (o nome é em homenagem à Alan Turing) capaz de efetuar quaisquer cálculos que qualquer outro computador programável possa efetuar.

O conceito de contrato inteligente foi introduzido em 1993 por Nick Szabo, básicamente um contrato inteligente é um programa de computador, este programa sendo executado numa Blockchain, contando com todas as características, como imutabilidade, auto-auditábilidade, descentralização.

Imagine então este contrato inteligente, executar numa Blockchain criada há quase 10 anos e extremamente segura como a do Bitcoin.

Isso nos leva há muitos casos de uso, não é mesmo? Foi exatamente com este propósito que foi criada a RSK, levar ao Bitcoin a possibilidade de uma máquina virtual turing complete, trazendo a capacidade de execução de contratos inteligentes.

Adicionar todos estes recursos ao Bitcoin, aumentar a escalabilidade, diminuir o tempo de transação para 10 s, suportando neste primeiro momento 300 transações por segundo (duas vezes mais que o PayPal) num primeiro momento, vislumbrando 1000 transações por segundo, com um custo por transação bem menor que o custo do Bitcoin (que é práticado hoje na Blockchain do Bitcoin) até porque o preço do Bitcoin tem sofrido um forte acréscimo.

Isso é possível com um dinâmico e híbrido merge minning e uma rede com baixíssima latência. Além disso a RSK tem uma moeda chamada SBTC (SmartBitcoins), que são os Bitcoins transferidos para a plataforma RSK, e da mesma forma pode ser convertido de SBTC para Bitcoin.

“Na prática, quando a BTC é trocada pelo SBTC, nenhuma moeda é “transferida” entre as Blockchains. Não existe uma transação neste sentido. Isso ocorre porque Bitcoin não pode verificar a autenticidade dos saldos em outra Blockchain. Quando um usuário pretende converter BTC para SBTC, alguns BTC estão bloqueados no Bitcoin e a mesma quantidade de SBTC é desbloqueada em RSK. Quando o SBTC precisa ser convertido novamente em BTC, o SBTC é bloqueado novamente na RSK e a mesma quantidade de BTC é desbloqueada na cadeia de bloco Bitcoin.”

A proposta da RSK é que haja um sistema de votação para guiar as melhorias da plataforma, contanto com desenvolvedores, mineradores, parceiros, entre outros.

Alguns pontos a se destacar na plataforma RSK:

– Compatibilidade com a rede Ethereum: o mesmo contrato inteligente da rede Ethereum, pode ser utilizado na RSK
– Possibilidade de inclusão de micropagamentos: duas partes podem transacionar valores de forma segura, sem efetuar pagamento de taxas a cada transação.
– Criação de ativos digitais: assim como na rede Ethereum, é possível criar outros ativos(moedas)/tokens
– Sistema de votação
– Equivalência ao Bitcoin, um Rootoshi equivale à um Satoshi

A data planejada para implantação da rede em produção é 04 de janeiro, hoje a RSK está em ambiente de testes há algum tempo, passando por várias melhorias, se você é desenvolvedor e quer testar a plataforma, segue o endereço deles no Github.

https://github.com/RSKSmart

Fique por dentro das novidades!

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?